No dia 27 de março de 1960 nascia no Rio de Janeiro uma das pessoas mais iluminadas na arte de produzir músicas de qualidade que existiu aqui no Brasil.
É, existiu, não existe mais, mas continua no coração de todo mundo que gostava do trabalho dele.
Renato Russo estaria fazendo 54 anos se estivesse vivo ainda, mas ele morreu em 11 de outubro de 1996 (ano que eu nasci) devido as complicações causadas pela AIDS.
Nosso eterno “Trovador Solitário” se tornou ícone por ter sido o vocalista e fundador da banda de rock Legião Urbana, onde lançou oito álbuns de estúdio, cinco álbuns ao vivo (alguns lançados postumamente) e diversos singles, escritos em sua maioria pelo próprio. Gravou ainda três discos solo.

Minha homenagem ao dia de hoje é deixar por aqui o vídeo de uma das minhas músicas favoritas dele: Quase Sem Querer.
Adoro ela por tudo o que ela representa para mim, música muito bem pensada!

Tenho andado distraído
Impaciente e indeciso
E ainda estou confuso
Só que agora é diferente
Estou tão tranquilo e tão contente

Quantas chances desperdicei
Quando o que eu mais queria
Era provar pra todo o mundo
Que eu não precisava
Provar nada pra ninguém

Me fiz em mil pedaços
Pra você juntar
E queria sempre achar
Explicação pro que eu sentia
Como um anjo caído
Fiz questão de esquecer
Que mentir pra si mesmo
É sempre a pior mentira
Mas não sou mais
Tão criança a ponto de saber tudo

Já não me preocupo se eu não sei por que
Às vezes o que eu vejo quase ninguém vê
E eu sei que você sabe, quase sem querer
Que eu vejo o mesmo que você

Tão correto e tão bonito
O infinito é realmente
Um dos deuses mais lindos
Sei que às vezes uso
Palavras repetidas
Mas quais são as palavras
Que nunca são ditas?

Me disseram que você
Estava chorando
E foi então que eu percebi
Como lhe quero tanto

Já não me preocupo se eu não sei por que
Às vezes o que eu vejo quase ninguém vê
E eu sei que você sabe quase sem querer
Que eu quero mesmo que você”

 

Anúncios