Pela manhã reclamações, eu de cara feia com a existência, e vejo, opa, mais um mês se passou.Vi que nem teria motivos para começar essa ladainha chamada “reclamar”. Cada dia é uma nova oportunidade e um aviso que deixamos passar muitas coisas.

De um tempo pra cá, mudei muito minha visão sobre tudo. Vi o quanto coisas podem ser desnecessárias em uma vida. O tempo parece que passa em uma velocidade tão rápida que nem percebemos. Nos resta abaixar a nossa cabeça e imaginar o que poderíamos ter feito. Não! Isto não.

Vi pessoas postando mensagens de “Que junho me traga paz”, “Que junho me traga amor”, “Que junho isso”, “Que junho aquilo”, mas nada disso me deixou animada. A única pessoa que pode mudar alguma coisa somos nós mesmos. É a nossa vida.

Claro que existem motivos que do nada nos transformam, mas não é sobre isso que quero comentar.. Que esse mês passe tranquilamente e que nele eu veja meus erros e conserte, que eu reveja meus conceitos e melhore, que eu pare talvez de ser tão racional e sorria mais ainda.

Que esse mês não lhe traga nada, que você tenha que se levantar e ir lá buscar, esse é o meu desejo!

Uso as palavras de Luis Fernando Veríssimo como as minhas:

“Para os erros há perdão;
para os fracassos, chance;
para os amores impossíveis, tempo…

Não deixe que a saudade sufoque,
que a rotina acomode,
que o medo impeça de tentar.
Desconfie do destino e
acredite em você.

Gaste mais horas realizando que sonhando,
fazendo que planejando,
vivendo que esperando
Porque, embora quem quase morre esteja vivo,
quem quase vive já morreu.”

Anúncios