Sobre ser Aupair: depois de vir

Você foi extremamente batalhador e entrou nessa? Parabéns!

Kaffee
Vai fazer sentido para você: Café! Você poderá dormir quando estiver morto!

A sensação de entrar na Alemanha é muito assustadora no começo. Todos falam rápido e baixo demais, te olham estranho, te tratam com uma certa desconfiança… bem diferente do Brasil. O tempo passa e você acaba se acostumando, na verdade você terá que se acostumar com MUITA coisa diferente.

Um ano de Au-Pair não é só trabalho, bem pelo contrário. Muitos acham que aqui dá para trabalhar o dia inteiro e no fim de semana descansar, mas isso é o que você menos fará por aqui. Folga é dia de sair para ver os amigos, viajar, fazer festa, aventura… tudo menos o conforto da cama!

Como eu tinha escrito nos outros posts sobre fazer este tipo de intercâmbio, as possibilidades de pegar um trem, ônibus ou avião são enormes. Pesquisando bem você achará preços muito bacanas e que cabem no seu bolso. Como exemplos eu cito o Mitfahrtgelegenheit, Bla Bla Car e o Meinfernbus (ônibus).

A maioria das famílias hospedeiras dão apoio no caso de uma viagem diferente para conhecer o país, eles são muito orgulhosos de onde vivem e adoram aquelas comparações do tipo “conheço tal e tal país, mas ainda acho a Alemanha mais bonita!”. Alguns levam até a estação e depois ainda vem buscar. Tem aquelas raridades onde a família paga até o ticket do trem e nao desconta depois do salário. Mas deixo claro que são raridades mesmo…

Uma coisa que vai lhe causar susto: no momento que você se cadastrar como morador da cidade onde irá trabalhar, começarão a aparecer cartas estranhas. Imposto de rádio, televisão, internet, lixo… tudo com valores para você pagar. Calma! Isso tudo é problema da família, você não terá que arcar com nada.

Como está dito no contrato, a família irá pagar o curso de alemão e as passagens de ônibus (no caso de eles não te levarem). Não faltem de forma nenhuma o curso, se aprende muita gramática lá, é só se esforçar.

Sobre o novo visto, a família terá que te levar ao Landratsamt (que seria quase como um mini consulado). Lá eles encaminham seu novo visto, olham novamente seus documentos e sua inscrição no curso. É super importante, ninguém quer ser deportado nos primeiros meses, não é?

Seus chefes te disseram para assistir o noticiário de noite e você não entendeu nada pois falavam rápido demais? O canal de TV Deutsche Welle tem o noticiário devagar, muito mais fácil de entender.

O que eu posso dizer também? O tempo passa rápido demais!!! Logo vou poder escrever o que é necessário fazer quando se está indo pra casa. Essas fases da vida tem o seu devido charme!

Espero que tenham gostado dessas minhas dicas e avisos. Quero relembrar que eu estou aqui para o caso de terem perguntas mais pessoais, é só enviar um e-mail na página do Contato. Foi muito bom poder explicar de forma mais aberta o que acontece por aqui. Espero também que utilizem minhas dicas de forma sensata, façam todas as perguntas necessárias antes de assinar o contrato.

Mit freundlichen Grüßen,
Bruna.

Anúncios

10 pensamentos

    1. Verinha, tava com saudade dos teus comentários também!
      Super agradeço o elogio, estamos tentando deixar o Diver com um jeitinho mais “confortável” para o pessoal vir nos visitar… Quando aparece um comentário como o seu, sei que estou indo no caminho certo!
      Beijo beijo!

      Curtido por 1 pessoa

    1. Sim Vanessa, demais!
      Falando com um amigo ele me disse “mas tu já viveu cada uma aqui na Alemanha hein”, nao tenho como discordar. Eu poderia ter desistido de tudo em várias oportunidades, mas aqui me tornei uma pessoa bem mais forte. Aceitar sem chorar, encarar a saudade de frente, ser independente… as coisas ruins ajudam muito também!
      Agradeço por ter feito isto por mim, era realmente o que eu precisava!
      Obrigada pela visita, beijão!

      Curtir

    1. Milca, estou sim (da forma que consigo)…
      Como minha família é e sempre foi ligada a Alemanha, foi meio natural eu vir. Minha prima e alguns dos meus tios já tiveram experiências parecidas,então eu já tinha uma base de como tudo seria…
      Obrigada pela visita, beijo!

      Curtido por 1 pessoa

    1. Obrigada Bea!
      É única sim, nem eu tinha imaginado que seria desta forma…
      Concordo com esta questão sobre a Europa, se eu era apaixonada por aqui por causa de livros e filmes, agora estou mais ainda. Tem o belo e o feio, mas o feio nao tira brilho nenhum… ele complementa. Espero que consiga mesmo fazer seu trip, torço por você!
      Beijos.

      Curtido por 1 pessoa

Mostre-me o que pensas:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s