Às vezes,

Lembro-me daquele cheiro,

Cheiro de pão caseiro,

Feito pela minha avó.

Ainda,

Sinto o gosto daquela obra-prima,

Em forma de bonecas,

Feito especialmente pra mim.

Ah, a minha avó,

A segunda mãe,

A grande amiga,

A eterna admirável,

Que cuida dos bichinhos,

Faz aquela comida,

E oferece aquele abraço.

Sem pedir algo em troca,

Ela nos ama, e a amamos,

Hoje,

Pra sempre,

Vó. ❤

Anúncios