Questão de fé

“Nos Alpes morreram cento e cinquenta pessoas em um avião”

Essa notícia todos devem ter lido, assistido ou escutado sobre. Estudantes, turistas, trabalhadores… todos mortos. O pior de imaginar as lágrimas das pessoas que eram próximas é saber que tudo foi proposital. Em um dia temos alguém que amamos, no outro dia ficamos sabendo que ele se foi para sempre. Só quem teve na sua família uma morte por suicídio ou viu alguém lutar por sua própria vida e não conseguir, consegue ter pelo menos uma noção de entendimento. O que leva uma pessoa a destruir a vida de milhares de outras? Sei que morreram somente (?) 150 pessoas, mas eu imagino o número de pessoas que morreram por dentro quando souberam do que aconteceu.

Questão 1: Você se despede das pessoas que ama como se fosse a última vez? Diz para as mesmas o quanto elas são importantes na sua vida?

Pessoas choraram vendo o noticiário, mas quantas pegaram seu tempo e pediram pelo descanso em paz de todos os mortos? A fé pode ser interpretada de várias formas, não só na forma religiosa de crer em Deus (ou Senhor, Alá, Javé…), mas sim no sentido de acreditar, ter esperança. Sentar e orar ninguém quer mais… Sinto que o universo está andando para trás quando vejo pessoas postando em redes sociais frases de amor a um Deus e na vida real só pensam em si mesmas, são egoístas, desrespeitam as pessoas.

Questão 2: O que te motiva a ser melhor? De onde você tira sua esperança para continuar lutando por seus propósitos?

Agora que está chegando o período da Páscoa e reflexão, penso em Maria que teve que ver seu filho morrendo na cruz. Jesus ressuscitou, mas mais nenhuma mãe teve seu filho de volta. Todos veem em Maria uma mulher forte e que suportou muitas coisas em nome da sua fé, porém quantas mulheres antes dela tiveram que ver seu filho morrer e nao puderam fazer nada contra? Cento e cinquenta mulheres perderam seus filhos no avião. Diariamente, nem dá para imaginar qual é a soma total…

Anúncios

13 pensamentos

    1. É verdade Ellen, tao doido que as vezes machucamos com palavras quem amamos e defendemos quem nao merece nem um pingo da nossa caridade…
      Adorei seu comentário, obrigada pela visita. Se quiser voltar, sinta-se em casa!
      Beijos!

      Curtido por 1 pessoa

    1. É quase impossível lembrar em todas as oportunidades de responder com carinho a uma pessoa, tem momentos que nem pensamos nisso. As vezes é até bom não pensar, pois senão corremos o risco de enlouquecer 😦
      Obrigada pela visita! Beijo.

      Curtir

  1. Nossa, que lindo o que você escreveu, Bruna! Concordo em tudo com você, acho que as pessoas precisam de mais humanidade e verdade, e menos delas mesmas, e de ficarem se gabando o tempo inteiro pelo que tem (vemos muito isso!), pois na verdade, o mais precioso que temos são nossa famiília, e as pessoas que amamos!
    Preciso mesmo dizer mais EU TE AMO pra quem eu amo, penso isso todas as vezes que tenho medo de perder alguém…
    Bjuss

    http://mulherpequena.wordpress.com

    Curtido por 1 pessoa

    1. Vivemos em um mundinho onde o individualismo é predominante. Ou a pessoa é boazinha demais, ou fria ao ponto de evitar se importar. Viver nesse meio tempo é quase um desafio, temos que amar, pensar em nossas vontades, sermos calculistas para nao acostumar mal as pessoas ao nosso redor… e nao são todos os que nos ajudam da mesma forma. Penso que a depressão dele talvez fosse uma solidão, pois geralmente os depressivos se fecham para o mundo. Linda a parte do seu comentário que diz que o nosso bem mais precioso é a família e quem amamos. Sao essas que merecem mais os nossos eu te amo genuínos!
      Super beijo!

      Curtido por 1 pessoa

  2. Eu ifelizemente já perdi alguém na família por suicídio.
    Foi meu irmão há quase três anos atrás e isso é ua coisa que mata todos os envolvidos!
    A sensacao de derrota, de falha, o preconceito de quem nao entende muito bem a situacao e acaba achando que você, sua família e seu finado ente querido, nao precisam de luto porque este simplesmente morreu ” porque quis e nao tinha Deus no coracão, como ouvimos milhares de vezes…
    Nao consigo mesurar a dora dos familiares envolvidos nessa tragédia, principalmente quando existe essa possibilidade de ter sido proposital!
    Mas desde que pedi meu irmão eu já havia aderido à essa postura de viver, fazer e conviver com tudo e todos da maneira mais intensa possível!
    Pois a gente realemte tem muito pouco nessa Terra mesmo!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Pam querida, sinto muito!
      É horrível perder alguém sem conseguir se despedir direito. Eu perdi minha prima que me criou para uma leucemia. Ela tinha só 28 anos, estava grávida quando descobriu. Sim, ela conseguiu ter sua bebê, mas não conseguiu ver ela crescer. No dia que eu iria no hospital para me despedir, ela veio a falecer. Isso me dói até hoje porque eu sei o quanto ela amava viver. Amava os dois filhos que tinha, amava o marido, a casa, sua vaidade. E eu fiquei com palavras dentro da minha boca que nao consegui soltar.
      Não condeno quem vem tirar sua vida, mas quantas pessoas amam tanto a sua e não podem fazer nada contra a morte?
      Com minha prima eu aprendi que querer não é poder, que nem sempre as pessoas poderão me ajudar e que muitas vezes manter rancor só atrapalha. O piloto deve ter tido suas razoes, mas por qualquer que tenha sido não dava o direito de destruir tantas famílias. No avião tinha uma mulher que tinha se casado há 6 meses, agora o marido dela é viúvo e só tem mais a saudade para se agarrar.
      Você está certa em manter essa postura, mesmo com todo o sofrimento envolvido. Acho injusto quando culpam a família pelo que aconteceu, como se faltasse amor no meio de tudo isso. Conheço várias pessoas com depressão também, peço todos os dias para que eles consigam achar um meio de encontrar a felicidade.
      Se temos pouco tempo, que aproveitemos ele então!
      Obrigada pelo fato de entrar na minha vida aqui pelo blog, fico emocionada com seus comentários. É super bom contar com você e sua amizade.
      Super beijo.

      Curtir

      1. Bru, me perdoe até pelos erros de digitacao, mas eu me emocionei ao responder e nem vi direito o que tava escrevendo!
        esse assunto mexe muito comigo!
        eu que agradeço sua sensibilidade em abordar essa questão, seu carinho comigo desde o comecinho e a oportunidade de poder conhecer alguém tão do bem e cheia de energia boa!
        Saiba que pode contar comigo sempre!
        e claro, ainda tô aguardando od ia que a gente vai poder se ver!
        Um beijo bem grande pra você!

        Curtido por 1 pessoa

  3. Acho que nesse mundo, até as tragédias possuem seu motivo de ser. Gosto de pensar assim para não ficar descrente diante de tantas coisas tristes que acontecem pelo mundo diariamente.

    Sobre se despedir das pessoas como se fosse a última vez, eu não faço isso… Penso que devia. Às vezes dou boa noite a meus pais pensando que “essa pode ter sido a última vez, bem que eu podia ter dado um abraço”… Mas, isso é algo que, normalmente, vivemos em negação. A gente não fica constantemente pensando que aquele alguém pode morrer. Eu não gosto de ficar pensando na morte de ninguém, hehe

    Sobre as motivações para ser melhor… As busco nas coisas ruins do mundo mesmo. Sei que não consigo resolver os problemas do mundo, nem abraçar os familiares dos que morreram no avião. Mas, ser alguém melhor e fazer o bem em tudo aquilo que eu puder já ajuda… Grandes mudanças começam com pequenos gestos!

    http://yellowevershine.wordpress.com

    Curtido por 2 pessoas

    1. Sim Lari, olhar os noticiários diariamente chega a dar uma tristeza. Eu acredito no melhor que cada um pode ser, eu sei (como você) que nao posso mudar o mundo, mas tento todo dia deixar ele menos feio.
      Também nao gosto de ficar me despedindo exageradamente de pessoas que eu amo só por medo de perder, mas faço dos pequenos hábitos (como dar um abraco, oferecer conforto, palavras boas, sinceridade) algo necessário.
      Muito bom seu comentário, me deu bastante no que refletir!
      Beijo!

      Curtido por 1 pessoa

Mostre-me o que pensas:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s