Quase todos os dias vejo blogs surgindo ou pessoas vindo perguntar em grupos de divulgação como é ter um blog e manter ele. Não que eu me preocupe com isso, mas é um assunto que me interessa. Muitas pessoas talentosas e que escondiam seu trabalho aparecem e muitas também acabam desistindo do seus sonhos na blogosfera pois ninguém dá suporte e acompanha.

E lá vem a Bruna falando sobre coisa que não sabe…

Não, não é isso. Apenas quero ajudar de alguma forma quem está começando por aqui e se perde por não estar focado em algumas informações.

Ainda hoje cedo enquanto a minha avó assistia a missa pela televisão, uma senhora começou a cantar uns versículos da Bíblia: “Nem só de pão o homem viverá, mas de toda palavra”. Não quero parecer que estou brincando com isto, mas logo me lembrei da frase quando pensei em escrever esta postagem. No sentido da frase, o pão poderia significar o geral. Pessoas podem viver com o “geral”, mas a palavra, conhecimento, ensinamento, tem seu significado além.

Muitas pessoas que estão entrando pra blogosfera acham que o fato de ter um layout bonito, gastar dinheiro com designers, ter milhares de seguidores em redes sociais, é o que mais importa. Porém não. Eu usaria o versículo acima da seguinte forma: “Nem só de layout o blogueiro viverá, mas de todo o conteúdo que criar”.

É muito fácil copiar o conteúdo alheio, trocar a fonte, umas palavras de lugar e feito. Mas isso não sustenta. É aí que caem muitos que recém começaram por aqui. Eu estou aqui a mais de um ano mas ainda cometo muitas falhas nos meus textos, mas estou tentando melhorar. Muitos acham que a perfeição deve vir no primeiro posts e os seguidores tem que deixar milhares de comentários de cara. Eu lamento, mas não é bem assim.

Ficar divulgando em todas as redes sociais não vai atrair mais pessoas, a triste realidade é que são poucos os seus amigos virtuais que vão realmente te acompanhar. Escrevo isto pois sei como é, quase nenhum se dá trabalho de abrir o seu post e te elogiar pelo que você se esforçou tanto a escrever.

Não quero desanimar ninguém, mas sinto que é isso que falta ser dito para quem está começando.

A Mariana do blog Mulher Pequena fez uma entrevista comigo com vários itens, entre eles o assunto desta postagem. Uma das perguntas era “Um conselho pra quem quer ter um blog, mas não sabe como começar”, eu respondi:

1- Não se afobe. Seus textos ficarão bem mais legais se forem feitos de forma natural.
2- Escreva sobre assuntos que você goste, não o que imagina que os outros irão gostar. Leitores são consequência, não a meta.
3- Não coloque o blog como prioridade na sua vida, dê valor ao que acontece longe da internet. Se você sair, se divirta, tire fotos, faça o que tiver vontade… Depois pense em postar.
4- Use um layout leve, algo que não atrapalhe a leitura ou chame muito mais atenção que o texto.
5- Ortografia correta e textos sem emojis, “hahaha” “hehehe”, “hihihi”e afins, são muito mais gostosos de ler. Fique atento!
E a última:
6- Não faça do blog um verdadeiro diário, mantenha informações pessoais só para você. Se você tiver um blog pessoal, não faz mal escrever sobre sua vida, mas mesmo assim… bom senso é a chave!

E esse foi apenas o meu jeito de pensar e minhas sugestões, mas nada agrada mais que posts bem feitos e textos escritos com sentimentos. Não escreva “por escrever”, escreva pois gosta disso. E só!

Esse post faz parte da blogagem coletiva do Grupo Hello! do Facebook. Caso queira fazer parte, solicite sua entrada e seja bem-vindo! Os temas do mês são Cobranças da Sociedade  e “X coisas” que você precisa saber antes de se tornar um blogueiro.

Anúncios