Férias, casa dos avós, inverno, friozinho, fogão a lenha e livros: eis aí o que resume em partes os meus últimos dias. Casa de avós tem sempre muita conversa, comida, jogos de carta e quase nem me sobra vontade pra ficar sempre com um livro na mão.

Em meados de maio fiz uma postagem das leituras que eu estava tentando chegar ao fim, mas quase nenhuma delas eu consegui. Cada dia eu sentia a necessidade de ler sobre outro assunto e por causa disso acabei engatando em novas leituras nesse meio tempo. Chegando no Brasil encontrei uns pdfs  e vários livros que eu nem tinha visto aqui em casa ainda. Resumindo: já tive umas leituras bem divertidas.

Livros físicos

Noite inesquecível – Susan Mallery

noite-inesquecivel

Enquanto arrumava armários na casa dos meus avós achei essa raridade: um livro velho que minha mãe escondeu durante anos no fundo de uma gaveta. Esses livros a maioria das mães (e até das filhas) já leu algum dia… Conta sobre Holly Garret, uma mulher que teve sua casa destruída por uma tempestade e que obteve ajuda do bombeiro que salvou sua vida. Como Holly estava em situação precária, o bombeiro ofereceu um quarto em sua casa para ela ir morar por uns tempos. Ela poderia até dividir o mesmo teto com o bombeiro, mas não sabia como lidar com a tormenta que sentia quando estava com ele. Uma mulher inocente e com a auto-estima lá embaixo, um homem forte, lindo, solitário e sedutor, clima natalino, interesses e vontades em comum e um gatinho: um clichê do início ao fim.

O Colecionador de Lágrimas – Augusto Cury

Um professor especialista em nazismo e II Guerra Mundial, começa a ter insônia e pesadelos, como se estive vivendo as atrocidades do Nazismo. A partir disso o passado passa a ser vivo para ele. Em um ponto de desatino, sobe na mesa da sala de aula e diz que os alunos são parceiros de Hitler. Sua intenção é, na verdade, provocar a sensibilidade e a curiosidade de seus alunos. Bem quisto por alguns, mas muito criticado e até processado por outros, ele é banido da universidade. Mas fica famoso recebendo diversos convites para conferências enquanto se esconde de um estranho complô nazista que tenta a todo custo assassiná-lo. Para mim, é genial.

Livros digitais

Despedida de Solteira – Mila Wander

Quando me indicam um livro como esses e eu descubro que a escritora é brasileira eu já fico com um pé atrás, porém esse até me surpreendeu. Apesar dos clichês estarem em peso no livro, foi uma leitura rápida bem legal. Amande estava com tudo pronto para o seu casamento: buffet completo, salão de festa, garçons, fotógrafos, igreja, iluminação, filmagem, cerimonial, decoração, convites, vestido, maquiagem, depilação… Ela tinha absolutamente tudo sob controle. Ou melhor, quase tudo… Sequer havia cogitado uma despedida de solteira. Guiadas pelas suas amigas – e madrinhas -, Amande descobrirá que nem tudo acontece como o planejado.

A Metade Negra – Stephen King

Para Thad Beaumont, a vida é boa. Ele é um escritor de relativo sucesso, tem uma linda esposa e um casal de gêmeos encantador. Porém, Thad tem um segredo: ele publica outros livros sob o pseudônimo de George Stark. São livros violentos, completamente diferentes do que lança com o próprio nome; mas quando o segredo é inevitavelmente revelado, Thad decide “matar” George e, para anunciar isso ao mundo, posa com sua esposa diante do túmulo do “falecido”, num cemitério de verdade… só há um pequeno problema com que Thad não contava: que George não gostasse nem um pouco dessa novidade. Puto e materializado com o mesmo físico e rosto de seu criador, George agora persegue um único e aterrorizante objetivo: tomar o lugar de Thad no mundo, destruindo a tudo e a todos a quem ele ama no processo. Ainda não vi nada demais nesse livro, mas estou a espera…

E vocês, o que estão lendo? Já leram um daqui da lista?

Anúncios