“Nossa Bruna, pra que trocar um emprego de babá de crianças para fazer serviço social com idosos???”

Pensei mais de 500 vezes o que responder cada vez que alguém me falava isso com ar de repreensão, mas nenhuma resposta seria a altura de tudo o que eu venho vendo nessa 1 semana que eu comecei no emprego novo. Antes, eu pensava que ano social seria só uma forma de arranjar mais um ano de visto aqui na Alemanha, mas agora que eu estou convivendo com o que e é isso minha opinião mudou muito.

É fácil cuidar de uma criança quando ela é pequena, carinhosa, educada, não mimada. É complicado cuidar de uma criança sem limites, que acha que está certa sobre coisas que nem sabe direito. Mas e agora adultos que já viveram todas as poucas e boas da vida?

Muitos já disseram que não conseguiriam fazer isso, mas eu com orgulho falo que essa é uma das experiências mais gratificantes para mim. Cada dia você vê mais o quanto o ser humano é incrível, o quanto coisas pequenas trazem.

Nunca, mas nunca digam que uma pessoa de idade é apenas um velho. Nunca digam que demência, falta de controle e problemas motores são “zueira”.

Por enquanto é só. Talvez com o tempo eu escreva mais sobre o que eu vejo diariamente, mas é difícil escrever sobre o assunto sem eu mesma me emocionar…

Por último: um dos pontos turísticos da cidade onde eu estou trabalhando, Ochsenhausen.

http://www.ochsenhausen.de/

Até mais!

Anúncios