Enquanto jornais na Alemanha comentam a respeito da situação do Exército Alemão, a falta de militares e quantidade de euros gasto com o mesmo, surge uma comparação positiva com o Brasil. Volta e meia isso acontece e eu sinto um orgulho grande quando vejo.

Dessa vez disseram de uma doença e do fato de militares brasileiros estarem cuidando e protegendo o Sambódromo no Rio de Janeiro, para salvar o desfile. Claro, isso na época do Carnaval, mas citaram também as ações do Exército em outras situações e épocas do ano.

A doença em questão é a tão famosa que também transmitida pelo Aedes Aegypti – mosquito da dengue-, e os sintomas (febre, dor nas articulações e músculos, conjuntivite e manchas vermelhas na pele) normalmente surgem 10 dias após a picada. Zika. Aquela Zika que gera microcefalia nos bebês…

Lembro que no Brasil, há muitos anos usávamos zika para simbolizar algo ruim que aconteceu: “Nossa, que zika que quebrou teu dente”, “minha prima teve zika e caiu de moto”… e era assim. Quando eu li a primeira vez a respeito da doença achei que continuava sendo piadinha de brasileiro, mas quando vi a proporção que tomou é que fiquei de queixo caído.

Que serviço lindo que os militares estão fazendo. Vistorias de casa em casa por causa da água parada, recolhimento de lixo, competência, educação, demonstrações constantes de disciplina.. uma das coisas para realmente nos orgulharmos!

No fim, digo que não é só a Lisandra que posta a respeito do Exército Brasileiro (risos). Vamos nos orgulhar mais do que o Brasil tem de bom, Brasil sil sil tem muita coisa linda!

Imagem linda tirada do http://oxente-soubrasileiro.tumblr.com/

Anúncios