er·go·te·ra·pi·a
(ergo- + terapia)

substantivo feminino

[Medicina]  Processo terapêutico utilizado para reabilitação ou tratamento de doenças mentais e que consiste em ocupar o doente, geralmente com trabalhos manuais ou físicos.

Quando me pedem a respeito do que eu estou fazendo aqui na Alemanha desde setembro de 2015, sempre digo que estou trabalhando na Ergoterapia de um Asilo.

Ergo o quê?
Ergoterapia.
Mas o que é isso?

Sempre assim.

Pelo dicionário, significa o que está escrito aí em cima. A realidade, porém, é bem mais fascinante. Nos primeiros dias em que eu comecei a trabalhar, achei que os idosos não conseguiam fazer mais nada com maestria – muito porque muitos estão debilitados e com certa dificuldade em movimentar os braços… mas me enganei!

Onde eu trabalho temos um certo plano de atividades diárias. Segundas é o dia de jogos, terça o dia do artesanato, quarta-feira é o dia de caminhada e de cozinhar algo, quinta-feira o dia de assar bolos/tortas e sexta-feira o dia de rezar e descansar. Parece complexo, mas é muito interessante.

No dia dos jogos eles vem e prestam muita atenção, de piadas em piadas eles jogam certinho e gravam tudo na memória ainda. É lindo ver o quanto a mente da gente é tão sábia… No dia do artesanato e atividades manuais, eles dão um baile! Sabem como utilizar pincéis, tesouras, tintas e técnicas de forma surpreendente. E assar? Cada mulher sabe as receitas de antigamente de cor e ainda reconhecem o gosto e a qualidade dos produtos usados. Homens sabem a respeito de máquinas, utensílios, instrumentos musicais… e se sentem muito prestativos quando conseguem opinar e ajudar em algo. As caminhadas eu adoro participar, é bacana ver como eles comparam como a cidade é agora e como era na época em que eles eram jovens e pobres por causa do pós-guerra. Eram pobres, mas se divertiam mais do que a nossa geração, mesmo com poucas coisas!

É ajudando que eu me ajudo.
Ergoterapia. Um começo aos olhos, para sentir no coração.

  • Imagem retirada do Google
Anúncios