E eu chorei de saudades,

E lembrei do nosso último abraço,

E foi forte demais pra aguentar.

Há tempos eu não sentia vontade de chorar por alguém,

Nem sempre é ruim.

Por você, é de saudade, felicidade também.

A cada dia que eu sei que não vamos conseguir nem nos falar,

Dá vontade de pular,

Não literalmente, claro, mas não viver esses dias sem você,

Passar direto aos próximos com a sua voz no telefone…

E assim, repleta de emoções causadas por você, meu amor,

Eu estreio meu caderno “novo”,

Com algumas páginas escritas de aulas mas,

Com o primeiro poema do coração.

bedabanner

Anúncios