Ano Social: um pouco a respeito de tudo

Se você é uma pessoa que se interessa por descobrir coisas novas, eu tenho um aviso: este post será para você.

Quando eu postei a respeito do ano social que eu fiz, algumas pessoas comentaram várias coisas bacanas e eu fiquei super contente. Obrigada! Outra: me surgiu logo a ideia de dar um impulso/ajuda para aqueles que pensam em fazer o mesmo. Demorou, mas eu consegui!

Muitos conhecidos meus que vivem no Brasil já me pediram a respeito:”Como é? Quanto você recebe? Onde você mora?”… Muitos nem ficam sabendo das oportunidades que teriam para viver no exterior por pura falta de ter alguém para perguntar. Eu não digo que quem é do sul tem mais vantagem, mas a questão do idioma coloca muita coisa na balança que é a chance de conseguir visto. Muitas famílias do sul brasileiro tem as raízes na Alemanha. Se o idioma falado em casa é alemão, as chances são muito boas de encontrar algo.

Quem gosta da área social se dá bem nesse tipo de emprego. Você conversa, se movimenta, descobre coisas e convive com novas experiências todo dia.

Vamos agora pros pontos principais:

Arbeitszeiten – Horário de trabalho:

Eu trabalhava sempre de segunda a sexta-feira, de segunda até quinta das 8:00 até as 12:00 e das 13:00 até as 17:15 e na sexta-feira das 8:00 até 12:00 e das 13:00 até as 15:00.

Dienstkleidung – Vestimenta

Depois de alguns meses trabalhando no Asilo, ganhei uma blusa azul escura para usar durante o expediente. A blusa era de um tecido resistente, com vários bolsos e bem “comum”, nada de emblemas ou estampas. No verão, roupas curtas ou com muito decote não eram permitidas. A maioria dos lugares que oferecem emprego exigem isso dos seus funcionários. Com isso eles querem passar uma imagem de unidade, sem discriminação entre colegas de trabalho. Em questões de higiene, a roupa de serviço é lavada sempre que está suja ou no máximo de 3 em 3 dias. O tema “vestimenta” é algo que varia muito de lugar para lugar.

Deutschkurs – Curso de alemão

Eu, quando comecei o ano social, senti que precisava melhorar o meu nível no idioma. Assim, tomei a iniciativa de me matricular em um curso e refazer o nível B1 (que eu já havia feito em novembro de 2014) e fazer o teste para obter o certificado. Consegui uma boa nota e com isso atingi meu destino, nem eu tinha pensado que ia conseguir 100% em 3 itens da prova. B1 é o nível que a maioria das instituições pedem, então se você fala o alemão que você aprendeu dos seus avós, eu indico fazer alguns testes de nivelamento e estudar até chegar no nível. Geralmente, na hora do teste, te avaliam nesse sentido. É chato quando você está trabalhando na área social e em nenhum momento as pessoas consigam te entender.

Krankenversicherung – Seguro de saúde

O lugar onde eu fui contratada pagava meu seguro de saúde e com isso além de não ter que pagar por nenhuma consulta médica, ainda só precisava pagar 5 euros por cada remédio que eu precisava. O seguro de saúde é algo obrigatório que as empresas tem que pagar, fora o seguro em caso de acidente no trabalho.

Mittagessen – Almoço

Onde eu trabalhava eu não ganhava um almoço de graça, mas em compensação eu podia almoçar uma comida muito boa por apenas 3 euros (3,60 a refeição completa com sopa e sobremesa). Eu gastava uma quantia a mais por mês, mas também ganhava um extra por isso (o extra que eu me refiro eram 100 euros a mais no mês). Nem todas as empresas pagam o almoço e nem todas pagam o extra, então é válido perguntar isso logo.

Urlaub – Férias

Trabalhando o ano todo eu tinha direito a 20 dias de férias + os feriados. Fora isso, todo o dia que eu trabalhava no sábado ou domingo por causa de uma festividade, sempre recebia as horas trabalhadas de folga em um outro dia. Os minutos que eu trabalhava a mais na semana também eram contados dessa maneira: trabalhou a mais, ganha livre outro dia.

Wohnung – Moradia

Como eu morei com minha mãe e meu padrasto, eu não precisava de um ap ou quarto em uma república. Tem empresas que oferecem moradia por um preço bem mais barato que o normal, mas tem outras que você ou acha alguém para morar junto, ou paga caríssimo de forma privada. Se você não tem onde morar e está interessado, indico perguntar logo e só assinar contrato se essa parte estiver acertada e o valor a ser pago não seja abusivo.

Espero que desta forma eu tenha esclarecido algumas dúvidas! Caso tenham mais perguntas a respeito, escrevam um e-mail pelo Contato ou deixem um comentário abaixo. Fazer um Ano Social no exterior abre muito os nossos olhos a respeito da realidade que é viver no exterior… um ano de aprendizado e ao mesmo tempo de responsabilidade.

Um abraço e auf Wiedersehen!

Imagem retirada do link 

Anúncios

Nenhum pensamento

Mostre-me o que pensas:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s