No dia 06.05.17 aconteceu em Ochsenhausen (uma cidade na rota Barroca no sul da Alemanha), o famoso Sankt-Georgs-Ritt. O evento teve mais de 600 visitantes e uma programação bem interessante.O nome pode parecer estranho e não fazer muito sentido, mas este tal evento nada mais é do que uma procissão/cavalgada em homenagem a São Jorge. Como vemos: Sankt Georg e São Jorge significam a mesma coisa.

De acordo com umas pesquisas minhas, São Jorge é um dos santos mais conhecidos e populares do Brasil. Mas vocês sabem algo sobre ele? Eu quando pensei em escrever sobre o assunto, só pensava nele como o santo que matou o dragão, mas pesquisando mais, vi que tem fatos sobre a vida dele que são bem interessantes.

Pelo que vi, ele nasceu na Capadócia, seu pai morreu em uma batalha e ele se mudou com sua mãe para a cidade de Lira. A mãe, que tinha muitos bens materiais, deu uma boa educação para ele, o que o fez conseguir um cargo bom trabalhando para um rei. Quando sua mãe morreu, ele doou todos os bens aos pobres. A fama dele foi aumentando, tanto que ele começou a ganhar o respeito do povo. O rei, que queria que ele trocasse de religião, começou a torturar o mesmo, para ver se ele se convertia. Não deu certo, como sabemos. Jorge foi degolado no dia 23 de abril de 303 e com a ajuda do Imperador Constantino, seu martírio virou objeto de devoção em todo o Oriente.

E o dragão, onde aparece na história?

Em uma balada medieval, Jorge havia sido roubado de sua família logo depois de seu nascimento. Ele foi criado pela “Dama do Bosque” e aprendeu com ela a lutar e lidar com armas. Um dia, ele ficou sabendo por um eremita, que uma cidade estava dominada por um dragão. De acordo com todos os moradores, era impossível de matar o “perigo”. Para salvar os habitantes (e também a filha do rei, que seria sacrificada), ele foi até o dragão com seu cavalo e lutou contra ele. Lutou e venceu, livrando assim a cidade do perigo.

A história é bacana, mas que tal falar da tal cavalgada? Sim.

Como São Jorge morreu dia 23.04, essa data se tornou um dia para se pensar no que o seu martírio representou e para relembrar e reforçar a devoção a ele. Por esse e mais alguns motivos,  perto dessa data se faz uma cavalgada em sua homenagem aqui na Alemanha. Normalmente, essa cavalgada é feita em comunidades no qual ele é padroeiro e no qual tem uma igreja em sua homenagem.

Em Ochsenhausen (a cidade que eu citei acima) tem uma Igreja (e antigo convento) chamada Sankt Georg. Como a tal cidade está na Rota Barroca, já dá para imaginar que a Igreja seja decorada/planejada de acordo com essa época.

Resultado de imagem para klosteranlage ochsenhausen
Foto: Staatliche Schlösser und Gärten Baden-Württemberg, Achim Mende

O evento começa com missa e então acontece a cavalgada. A cavalgada passa por várias Igrejas próximas dessa da foto acima, Igrejas que estão “em parceria” com a principal. Na cidade onde eu moro, passaram várias pessoas e eu pude ver tudo da janela para fora. Este ano choveu durante a cavalgada, mas nem todos desistiram de cavalgar. As fotos ficaram um caso a parte:

Skt.Georgs-RittSkt.Georgs-Ritt4

Skt.Georgs-Ritt3

Esperam que tenham gostado e entendido o que esse evento representa 😀

Abraços e até a próxima!

Anúncios