Algo sobre Eles

Ela caminha pela casa com um vestido longo, pés descalços e alma livre. Os cabelos balançam enquanto ela dança suas baladas no meio da cozinha. Naquele momento não existia sofreguidão, somente um bem-estar incomparável. O celular toca e ela nem demora muito para abrir seu maior sorriso. Já feliz, aquela ligação só a fez transbordar.

Aquela ligação não era ligação de preocupação, mas sim de saudade. Saudade do barulho gostoso da respiração do outro, saudade da risada frouxa, saudade dos comentários amigos e das reprimendas danadas. Saudade de escutar aquela voz.

Aqueles que só se diziam amigos estavam grudados um ao outro pela tecnologia, não pessoalmente. Mas a alma, ah, ela estava unida como se nunca tivesse estado separada. A conexão não era só por meio de um celular, mas por meio de algo muito maior.

Alguns ainda diziam que se sentir assim se associava ao tempo e ao clima, mas mal sabiam eles que o coração não se deixa influenciar pela chuva ou pelo sol.

Era ela de vestido longo parada com a porta entreaberta pegando chuva. Era ele olhando o céu estrelado com um cigarro na boca, escorado em uma janela. Os olhos brilhando e o coração quase saindo pela boca. Depois de um adeus que não queria ser adeus, a ligação é interrompida. Pausa para repensar na situação.

O que será que está acontecendo?

A ligação terminou, mas essa história nem de longe não.

 

Algo sobre Ela
Algo sobre Ele

Anúncios

Mostre-me o que pensas:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s