Minhas experiências com produtos da The Ordinary

Em outra oportunidade, falei que conheci e adorei a marca The Ordinary e vi que isso resultou em um e outro comentário pedindo sobre o efeito de cada produto em mim.

Claro, sei que cada pessoa reage diferente com cada tipo de produto, então com esse post quero deixar especificado como foi a minha experiência e quais são os pontos positivos e negativos de cada um dos itens na minha pele.

Bom, eu nunca fui boa com esse lance de cuidar de mim. Quando eu comecei a entrar na fase de espinhas, minha mãe me levou numa dermatologista e ela me explicou um pouco sobre como reagir quando isso acontecia. Para mim era super difícil seguir a rotina que ela queria, até pelo motivo de não termos o dinheiro necessário para os cremes, pomadas, tônicos e sabonetes. Fui crescendo espinhenta, sempre com uma e outra aqui e ali.

Aos 20, tive um momento em que sempre estava estressada e isso acarretou em alguns problemas de saúde. Descobri que o stress me dava o impulso de comer mais gordura e que isso deixava minha pele mais oleosa. Na mesma época, descobri que tenho uma disfunção na tireoide, o que também influencia o nascimento de espinhas na área dos seios e ombros. Com acompanhamento do médico e dermatologista, eu finalmente consegui entender o que poderia fazer para melhorar meu estado. Trabalhei, investi em bons produtos e minha pele mudou.

Eu usei os produtos por um bom tempo e me sentia ótima com eles, mas acabei negligenciando com minha rotina de skin care e alimentação, até que minha pele ficou tão feia como nunca tinha ficado antes e tive que retomar o tratamento. Resumindo: eu achei que minha pele estava ótima e fiz a besteira de parar com toda minha rotina de skin care por achar que não precisava mais.

Sei que já passou muito tempo (1 ano!!!!) desde que eu fiz a primeira postagem, mas ainda posso comprovar a eficácia dos produtos.

Aí estão os 3 que eu mais uso:

the ordinary

Vamos começar com o primeiro, o Ácido Hialurônico.

Bom, sei que não estou na idade de começar a pensar em rugas e linhas finas, mas lendo sobre a perda de hidratação da pele de acordo com os anos, que eu acabei comprando esse. A ideia principal minha foi usar ele misturado/diluído com o creme que eu uso na pele antes de dormir, não puro sozinho como era a indicação. Não tive como notar grandes mudanças, esse parece ser mais sutil que os outros… mas é bacana ver como o rosto parece mais “firme” ao acordar. Outro benefício é que como ele ativa a produção de colágeno, a pele se regenera mais rápido, o que significa que “feridinhas” de espinhas ou cravos tem a tendência de secar/cicatrizar mais rápido.

O segundo da lista é a Niancinamida. Esse é o meu favorito e o que eu mais usei até agora. O cheiro não é enjoado, a textura é interessante e ele seca super rápido na pele. Usando ele por algumas semanas já se nota uma diferença enoooorme… o rosto parece que está com um daqueles filtros de aplicativo onde a pele fica mais uniforme. É uma delícia!

O terceiro é o famigerado Ácido Retinoico. Muita gente tem problema com ele… ganha coceira, vermelhidão, pele ressecada, mas sério, eu adoro. O maior ponto negativo é o cheiro, eu sinto quase nojo de usar… parece que estamos esfregando um saco de lixo (cheiro de plastico) na cara. Mas claro, dá pra driblar o cheiro com um creme de hidratação cheiroso por cima. O efeito no dia seguinte é similar ao da Niancinamida. A pele fica mais igualada, a textura melhora e a pele reduz visivelmente o nível de oleosidade. Eu nunca tive problema com a pele ressecada usando ele… poderia usar todos os dias sem problema.

Se eu fosse mais blogueirinha, provavelmente teria fotos para mostrar uma comparação mais exata. A Bruna aqui não se atém muito a fotos de comparação, fora que quando aparece uma foto para postar, geralmente estou maquiada ou em um ângulo que não mostre muito essa parte.

Vou confessar algo para vocês: eu ainda tenho uns problemas de auto-estima e não é sempre que eu tenho vontade de registrar os momentos que minha pele está cheia de imperfeições. Eu não deveria me envergonhar ou me sentir culpada – já que é algo completamente normal e natural – mas a desconstrução desse tipo de barreiras é algo que demora um certo tempo. Vou tentar registrar meu rosto com mais frequência e postar no Instagram @blogeldiver.

Para quem está em dúvida entre comprar (ou não) e se vale a pena… bom, eu posso dizer que para mim valeu. Cada pele é única e como eu disse acima, também reage diferente. Minha pele não teve irritação com os produtos e até certo ponto mudou/ficou mais lisinha e uniforme.

O que acontece com esses produtos é aquela velha história: quando você usa, ele faz efeito, quando você para… o efeito não é perpétuo. Não tem como você dizer “ai, mas o produto não fez efeito em mim” tendo como base o uso dele só por uns dias. Como vários outros remédios ou até produtos de beleza, muitas vezes o real efeito vem depois de semanas de cuidado geral: usando os produtos, bebendo bastante água, se alimentando bem, fazendo um pouco de exercício físico…

Cuidar da pele é algo que depende de vários fatores. A marca é boa? Sim. A qualidade dos produtos? Também. Leve em consciência que um frasquinho ajuda, mas não faz milagres.

Outra coisa: assim como é bacana cuidar da pele com esse tipo de produtinhos, também é igualmente importante ter um protetor solar facial que proteja sua pele. Ácidos deixam sua pele mais sensível e suscetível a manchas, então se não tiver uma camada de proteção por cima durante o dia, não faz sentido fazer todo esse investimento.

Qualquer dúvida, deixe nos comentários!!

Beijos,
Bru.

2 pensamentos

  1. Eu curto muito usar niacinamida porque vitamina C acaba sendo muito abrasiva na minha pele e de fato, com o uso contínuo, faz diferença sim. Sobre o retinol, eu usei por um tempo mas não curti a textura dele e não vi muita diferença pra mim – fora que como tive muitas alergias ano passado, a dermato me proibiu de usar ácidos como o retinóico. :/

    Curtido por 1 pessoa

    1. Fui muito influenciada por ti e teus posts sobre skincare para tentar começar com uma rotina minha. Ultimamente até estava vendo uns produtinhos na Cult Beauty, mas optei por primeiramente ir numa dermato ver o que seria mais sensato comprar. O retinoico pra mim seria massa se o cheiro não fosse tão enjoado, mas a niacinamida é maravigold na pele mesmo.
      Você comprou outros produtos desde que a dermato proibiu os acidos ou só deixou de usar esses?

      Curtir

Deixe uma resposta para Bruna Aliatti Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s