De volta às raízes – voltamos a ser Divergências Vitais

Boa noite!

Puxe uma cadeira, sente-se confortavelmente, que hoje eu vou contar um “causo” 😀

Para quem não sabe, o ano de 2017 foi muito marcante para o blog… foi o ano que aconteceu a maior reforma por aqui. Além de ter trocado o tema que era mais chamativo para um mais minimalista, ter resumido o nome (de Divergências Vitais para El Diver), ter trocado o logotipo e símbolo, amadureceu também a Bruna que escrevia e começava a manter o blog sem nenhum colaborador ou colaboradora.

Eu achava que havia amadurecido, porém, depois de muita reflexão, vejo que só estava na defensiva.

Fiz até uma postagem especial, que se você quiser, poder ver aqui.

A vida de blogueirinha que fala de sua própria vida tem seus altos e baixos, derrotas e vitórias. Em épocas idílicas, era maravilhoso achar assuntos bacanas, fazer postagens e ver que o conteúdo gerava identificação com um público que como falamos aqui no sul, é “tri legal”. Além de leitores eu estava achando pessoas super queridas que eu iria levar no coração pra sempre. Mas claro, essa vida de blog teve seus pesadelos. Eu sempre adorei escrever, ter contato com leitores, criar conteúdo, mas algo sempre me incomodava: a forma como a minha família e amigos riam do fato de eu ter um blog e nunca me incentivarem a continuar.

Conto isso para vocês, pois sei que não estou sozinha nessa e tem vários outros blogueiros e blogueiras que também passaram por isso.

Esse “causo” tem uma certa conexão com outro “causo” também. Antes falei de amadurecimento e isso me fez relembrar que recentemente fiz um curso de coaching e lá se falava muito de crenças limitantes. Uma crença limitante, por mais errada que seja, sempre faz sentido em algum momento, mas para seguirmos em frente, devemos soltar certas amarras e adquirir crenças que sejam mais realistas e úteis pro dia-a-dia. Por mais que eu tenha achado que esse curso não tenha trazido muitos insights, esse realmente me chamou atenção.

No período daquela reforma em 2017, eu havia colocado como meu símbolo um cactus com chapeuzinho, pois ele representava uma necessidade de precisar sobreviver com minha própria proteção – usando minha casca grossa e meus espinhos.

Durante cerca de 5 anos pensava que o fato de meu nome ser vinculado a conteúdos tão pessoais fosse um empecilho para achar um bom emprego ou de ser levada a sério. Me dei um pseudônimo justamente por isso… por vergonha. Notem que esse medo do futuro e do blog ser motivo de risadas entre colegas de trabalho se tornou uma crença limitante. Eu acreditava que minha escrita era sem propósito, que eu não era boa o suficiente com minha minhas ideias and and and.

O processo de entender tudo isso me fez me sentir muito mais segura e confiante. Hoje em dia não sinto mais a necessidade de ter uma pegada tão violenta (como esconder meu nome), pois entendo que a blogosfera é ampla e eu não preciso ter medo de ser taxada de lunática por falar de coisas que eu gosto e/ou acredito.

Estou liberta daquelas crenças. Agora estou de volta!

Reli muitos posts, me reencontrei, encaro o blog com respeito, fiz um brainstorm de qualidade e separei vários assuntos de relevância. Meu sobrenome voltou, atualizei a foto, vou voltar a divulgar um pouco pelo Instagram. Sim, sou escritora de um blog de mais de 600 inscritos e tenho muito orgulho de toda essa jornada.

Minha dica para quem se viu nos meus “causos” é:

  • Hoje em dia, ter conhecimento de mídias sociais é relevante até em currículos. Ter boa ortografia, organização e escrita criativa te abrem muitas portas;
  • Nunca, em hipótese alguma, sinta vergonha do que você é, do que você escreve, das suas vivências e a forma de se abrir para o mundo. A blogosfera é bonita por causa de sua diversidade, autenticidade, originalidade…
  • É ok não ter muitos leitores e nem atingir grandes massas. Ganhar fama por esse meio necessita de muito esforço e tempo. Se isso for um hobby para você, como é para mim, se divirta!! Conheça pessoas, entre em novas culturas, explore outros idiomas. Aproveite tudo que os blogs tem para te oferecer!!

Seja bem-vindo de volta ao bom e velho Divergências Vitais! ❤

7 pensamentos

  1. Que lindo ver essa evolução e ter entrado um pouco nessa parte do teu mundo. O que posso dizer é que o blog aqui me abriu portas no mercado de trabalho, os recrutadores gostaram que eu tinha uma boa ortografia, uma pró-atividade. Obrigada por ter permitido que eu fizesse parte disso, mesmo não tendo me dedicado tanto. Obrigada por cada letra escrita aqui, cada oportunidade como amiga e como blogueira ❤️ te amo Bru

    Curtido por 1 pessoa

Mostre-me o que pensas:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s