Leituras do 2° trimestre #Desafio1LivroPorMês

Olá! Boa tarde!

Assim como o primeiro trimestre foi um sucesso, o segundo também foi. Graças ao esforcinho de ler e ao app Cabeceira que não me deixava esquecer da leitura (vou falar mais sobre ele abaixo), consegui ler 4 livros de forma fácil e veio até aquele orgulho de brinde.

No primeiro trimestre peguei temas feministas e de guerra e nesse eu explorei um pouco mais. O bom dessa diversidade toda é que a cabeça arranja outros pensamentos e não fica só focada nessa tristeza que é o COVID-19 e o desprezo pela vida de quem menospreza essa situação.

Vamos lá!

Abril – Das Tagebuch der Anne Frank

Sim, consegui “tirar” mais um livro em alemão da parte da minha estante com livros não lidos. Mesmo quem não entende alemão, deve ter entendido do que se trata: Anne Frank!

Como ela tem um nome bem famoso e é conhecida pelo mundo inteiro, acredito que falar sobre o diário não contenha/mostre spoilers. Anne foi uma menina cheia de privilégios na infância, mas que teve que abrir mão da maioria deles para se esconder dos alemães -por ser judia- durante a Segunda Guerra Mundial. Ela, sua família e mais outras pessoas se esconderam na empresa que era do pai dela, em quartos escondidos. Ela, para ocupar seu tempo, resolveu escrever um diário nesse meio tempo. Uma menina tão inteligente, com o sonho de ser escritora ou jornalista teve seus planos interrompidos pelos nazistas.

O que mais me impressionou com o livro foram os pensamentos ordenados, principalmente quando ela escrevia sobre sentimentos, emoções, dilemas… Nesses momentos dava pra sentir a frustração que é ter essa e idade e não saber como vão ser os anos seguintes, como será seu futuro profissional, amoroso e familiar. Era uma menina com sonhos e vontades, presa numa casa com suas incertezas.

Adorei o livro, mesmo ele sendo triste desse jeito. Posso afirmar com todas as letras que ele contribuiu para uma mudança e melhoria na minha forma de pensar.

Este livro herdei do irmão do meu padrasto.

Maio – A carícia essencial

Sabe as coincidências boas da vida? Então, dei de cara com esse best-seller de Roberto Shinyashiki num sebo de rua organizado pela Liga de Combate ao Câncer de Lajeado. Essa proposta do sebo é oferecida (em tempos normais, sem coronavírus) uma vez por mês em uma quarta-feira.

Digo que foi coincidência pois não gosto muito da cor rosa e esse livro me chamou atenção justamente pela capa dessa cor. Peguei, dei uma olhadinha e pensei “ah… se eu não gostar, dou de presente pra alguém, fora que se eu comprar, vou estar ajudando a Liga”. Ok, levei pra casa e deixei na estante esperando o melhor momento e quando resolvi iniciar, o livro me prendeu do início ao fim. Em certos pontos foi um afago, em outros, um tapa na cara (merecido).

Esse livro me fez ver que cada pessoa tem carências diferentes e que muitas delas são de fácil percepção. Quanto mais prestarmos atenção nas pessoas ao nosso redor, mais fácil será de identificar e sarar essas feridas.

Agora, ao invés de querer dá-lo por não ter certeza que vou gostar, quero dá-lo para que mais gente aprenda esses ensinamentos e viva uma vida mais em paz.

Leitura bônus de maio:

Ansiedade (Como enfrentar o mal do século)

Como o livro anterior era relativamente fino e eu acabei de ler ele mais ou menos na metade do mês, decidi ler mais um no mesmo estilo de auto-ajuda. O livro escolhido foi o Ansiedade de Augusto Cury.

Por mais que em alguns trechos eu não tenha entendido muita coisa, em outros tive uns insights bem bacanas sobre minha realidade. Vi que muitas das minhas crises de ansiedade podem ser evitadas se eu não entrar no looping de autossabotagem. É um caminho difícil de autoconhecimento, mas vale a pena.

Junho – Tom Jobim: histórias de canções

Sobre o app Cabeceira:

Arte da capa

O link dele é esse, caso você queira saber mais. Não vou entrar no assunto da polêmica dele com o Skoob, pois não acho que valha a pena. Os dois aplicativos são bons para leitura e tem suas funcionalidades. Aqui eu indico o Cabeceira, pois adorei a ferramenta de acompanhar minhas leituras e para mim ele tem sido muito útil. Nele, dá para marcar quais livros você leu, quais quer ler, quais parou e quais está lendo. Se você iniciar uma leitura, pode fazer o cálculo de quantas páginas você lê por minuto e o app te diz quantos minutos você precisa ler por dia para conseguir ler o livro até a data que você selecionar. Fora isso, tem o desafio que eu estou citando nos posts, que é #Desafio1LivroPorMês.

O que eu mais estou gostando desse desafio é ver que tem leitores se inspirando ❤ Mesmo não recebendo muitos comentários aqui, já me mandaram mensagem privada comentando que estão voltando a ler por causa desse “empurrãozinho”.

Gratidão por vocês, hein!

É ótimo ver que mais pessoas estão voltando a se interessar pela leitura, mesmo que não consigam ler 1 livro por mês. Devagar se vai longe também…

Como anda sua leitura? Me conta aqui!

Abraço

2 pensamentos

Mostre-me o que pensas:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s