Uma ida (quase esquecida) para Londres

Olá pessoal!
Alguns dias atrás fui ver as postagens mais antigas do blog e encontrei uma que teve muitos views, que era: “Um blog semi-abandonado e uma ida a Londres“. Eu havia postado isso em junho de 2016 e agora já é outubro de 2020 e ainda não havia dado continuidade.

Uma ida a Londres… dias bem intensos.

Confesso que passei muito tempo pensando em como escrever sobre essa experiência, pois o que eu vi de coisas bonitas, eu passei por tretas hahahaha. Agora já consigo ver tudo com outros olhos, mas passei meses só pensando “nunca na vida que volto pra lá naquelas circunstâncias”.

Mas cá estou eu… senta, que lá vem história!

2015 foi o ano que mais postei no blog. Foi um período em que eu me sentia inspirada a contar minhas vivências na Alemanha e o blog tinha várias visualizações e pessoas que vinham deixar seguidamente seus comentários queridos e afetuosos. Uma dessas pessoas acabou virando minha amiga, conversávamos por Whatsapp e fazíamos longas chamadas… até que veio a ideia de irmos “juntas” para Londres.

Eu achei passagens baratas pela Ryanair e ela comprou passagens do Brasil. Combinamos de nos encontrar na Victoria Station, assim que eu desembarcasse em solo inglês. Parece loucura, mas deu certo. Mesmo nunca tendo nos visto pessoalmente, conseguimos nos encontrar.

Trafalgar Square

Combinamos de fazer Couchsurfing (você se hospeda gratuitamente na casa de um nativo) e tudo parecia maravilhoso. Passeamos, fomos na nossa hospedagem e o rapaz parecia ser super querido. Ele tentava se comunicar conosco, tentou nos deixar confortável… até que na noite seguinte saiu para um bar e nos deixou trancadas do lado de fora do apartamento dele. Detalhe: num bairro boêmio (Hampstead – zona 3), famoso por assaltos de madrugada.

Minha vontade de continuar lá era zero… não conseguia me sentir confortável com o que ele nos fez passar e ainda mais com ele achando sua atitude normal… Normal deixar 2 mulheres das 20:00 até às 3:00 numa sexta-feira passando frio na rua.

Achamos um hostel no outro lado da cidade e fomos para lá.

Queen Elizabeth Hostel em Fulham – zona 2 (estava em reformas)

A situação foi ficando estranha entre eu e aquela amiga, pois nós duas não tínhamos calculado gastos com hospedagem e eu de certa forma “forcei” nossa saída da casa do rapaz. Outro ponto que atrapalhou um pouco nossa convivência foi o fato de eu não ter participado na organização e planejamento dos nossos passeios e ter me sentido “excluída”, pois fomos em poucos lugares que eu realmente queria ter ido. Em grande parte foi tudo minha culpa, pois eu poderia ter pesquisado e dito com antecedência minhas preferências. Tivemos uma e outra discussão que acabou deixando o clima entre nós estranho algumas vezes, mas prosseguimos da forma mais amistosa possível até a hora de voltarmos pra casa.

Por falta de pesquisa da minha parte, também acabei levando pouco dinheiro, uma média de 50 libras por dia. Foram surgindo gastos que eu não havia calculado e acabei não comprando muitos souvenirs ou ido em um restaurante bacana para comer o famoso “fish and chips”.

Poupamos em todas as oportunidades possíveis, desde almoçar em restaurantes baratos até caminhar de um ponto turístico até o outro para não ter que gastar com transporte. Tínhamos tanto para ver que mal aproveitamos a oportunidade de curtir a cidade, sentar e ver o “movimento”.

Nesse meio tempo, fizemos um bate-volta para Liverpool, que foi uma experiência que posso comentar em outro post.

Foram vários passeios legais, mas chegou a hora de voltar para a Alemanha. Peguei um ônibus de Londres até Stansted (o local do aeroporto) e de lá até em casa. Cheguei exausta e cheia de memórias.

Tower Bridge ao fundo

Ir para Londres me fez repensar muito minha forma de turistar. Vi quais eram minhas preferências e viajei de forma muito mais consciente nas proximas vezes. Apesar das experiências negativas, foi um passeio maravilhoso… pude ver pela primeira vez a terra da Rainha e caminhar pelas ruas e parques que tanto vi nos filmes.

As fotos que eu coloquei aqui no post foram todas tiradas ou pela minha câmera, ou pela câmera da minha companheira de trip. As edições foram feitas com o Lightroom.

O que você achou do post? Me escreva nos comentários!

Se tiver comentários favoráveis, posso fazer mais uma postagem falando sobre pontos turísticos que eu gostei e demais coisas que eu achei interessante, mas acabei não escrevendo para não tornar esse post muito extenso 😀

Abraços!

Nenhum pensamento

Mostre-me o que pensas:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s